Mensagens e Textos
Encontro de Casais da Igreja Tenrikyo - A Razão da Continuidade

Definição de Casal – par composto de Homem e Mulher

Na Tenrikyo o casal forma-se sob predestinação de vidas anteriores.

No mikagura-uta, na estrofe 2, está escrito:

Uma palavra! Escutai o que DEUS diz,
pois não vos digo nada que seja mal.
Modelando pela terra e céu do mundo,
Eu tenho criado marido e mulher.
“Isto é o princípio deste mundo”.

Para o casamento, todas escolhem seriamente o seu respectivo parceiro ou parceira mais adequado para si, entretanto, essa escolha é difícil e não se sucede como espera.

Na escritura divina, I-74, temos:

Unindo as predestinações das vidas anteriores,
Protejo-vos. Isto se assentará firme para sempre.

DEUS-Parens reúne aqueles com as mesmas predestinações das vidas anteriores fazendo o casal. Por meio disso tudo será pacífico para sempre e por todas as gerações.

Contudo, nem sempre corresponde exatamente à afirmativa de que se casam ou se unem as pessoas de caráter ou gênio semelhante.

Como é ensinado na Tenrikyo "Dois em um é a razão celeste", a intenção de DEUS-Parens é combinar levando em consideração o destino comum de ambos.

Definição de Casamento – Casamento é uma união socialmente sancionada entre pessoas físicas que tem como propósito constituir família (com ou sem filhos) mediante comunhão de vida.

Agora como já sabemos a definição de um casal e do ato do casamento, gostaria de comentar:

Se pudéssemos ter consciência do quanto a nossa vida é passageira, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes.

O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar.

Conforme Escritura Divina V-8 têm-se:

Mesmo entre pais e filhos, marido e mulher ou entre irmãos, os espíritos são diferentes um do outro.

Precisamos sim entender que o casamento é a união de duas pessoas que vieram de famílias diferentes e que muitas vezes, por motivo óbvio, tem costumes diferentes.

Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos.

Maduro não é quem viveu o suficiente; é quem tem vivências, que podem não estar necessariamente ligadas a idades. Tudo na vida é encanto quando entramos na adolescência. Todos os sonhos são possíveis, tudo é festa e o paraíso parece estar ao alcance das nossas mãos.

Achamos que o primeiro amor vai durar para sempre, que vamos evoluir no trabalho, que as pessoas com as quais convivemos serão sempre sinceras e gentis.

Para isso precisamos fazer um trabalho familiar visando respeito, amor, sinceridade e cumplicidade.

O que fazer, então? Como melhorar? Como conquistar?

APAIXONE-SE

Apaixone-se definitivamente pelo seu sonho.

Apaixone-se por sua família. Mesmo que ela não seja do jeito que você planejou, ainda sim, ela é a sua família.

Valorize o seu relacionamento.

O medo de sofrer é pior do que o próprio sofrimento. E nenhum coração jamais sofreu quando foi em busca de seus sonhos. (Paulo Coelho)

Os jovens geralmente, tendem a confiar ao casamento, considerado como um momento de importante transformação na vida de cada um, a realização de todos os seus sonhos do futuro, desejando ser realmente felizes.

Quanto mais infeliz for a pessoa, a ilusão sobre o casamento será maior.

A imagem de um lar ideal para as jovens é a de ter um marido inteligente, trabalhador, fiel, carinhoso, que não se interessa em jogar dinheiro em apostas, que não se excede no álcool e que aos domingos sai com a sua família para se divertir.

E a esposa , por sua vez, deverá ser discretamente refinada, sociável e, como mãe de alguns filhos, saber educa-los comportadamente e responsável pela organização do lar.

Embora haja razoáveis diferenças, cremos que esta é a opinião básica daquelas que possuem um ideal a respeito de um lar.

Assim, nasce um novo casal, crendo sinceramente que a pessoa amada lhe trará a felicidade, mesmo quando o amor entre ambos não esteja ainda bastante amadurecido.

Desta forma, visando esse ideal, a mulher se entregará inteiramente ao marido, e este, segurando as mãos da futura esposa, estará prometendo ser um bom integrante da sociedade, um bom marido e um bom pai, desejando construir juntos uma vida próspera e feliz.

Cada dia a vida lhe oferece uma página em branco no livro da sua existência.

O seu passado já está escrito e você não pode corrigi-lo. Nas páginas amarelas, você pode encontrar a sua história, algumas com passagens boas, outras com passagens tristes.

Não importa. O que importa é que:

Hoje, a partir de hoje, você tem a oportunidade de escrever mais uma página na sua vida. Você pode escolher o novo caminho a seguir. Mesmo que apareça algum impedimento, você pode matizar de serenidade para convertê-la em uma grande e bela experiência de vida.

Quem nunca teve problemas? Quem nunca se indispôs no relacionamento?

Quando alguém encontra seu caminho precisa ter coragem suficiente para dar passos errados. As decepções, as derrotas, o desânimo são ferramentas que DEUS utiliza para mostrar a estrada. (Paulo Coelho)

Só depende de sua vontade que a página do dia de hoje no Livro de sua Vida seja uma bela recordação no futuro.

Se soubesse que só iria viver mais um dia, o que faria?

Sem dúvida, elevaria o seu pensamento em DEUS. Desfrutaria os raios de sol, a suave brisa, a alegria dos seus filhos, o amor da sua parceira, tantas bênçãos que a vida põe ao alcance de nossas mãos e que muitas vezes não sabemos valorizar.

Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e A VIDA É MUITO para ser insignificante.

Nunca é tarde para mudar o rumo e começar a escrever páginas de felicidade e paz no Livro da Vida.

Desfrute esse novo dia, faça um inventário de todas as coisas boas que existem em sua vida e viva cada hora com ânimo, dando o melhor de si.

Não prejudique ninguém, sinta-se feliz por estar vivo, de poder presentear um sorriso, de oferecer sua mão e sua ajuda generosa.

No momento em que estabelecer no espírito do casal a razão do céu e da terra, e da providência da Lua e Sol, o mundo humano estará estabilizado, permitindo-se a perfeita paz no futuro das crianças, assegurando-lhes a vida plena de alegria e felicidade.

Estabelecei a harmonia no espírito de ambos.
Toda e qualquer coisa se realizará.
HS.IV-2

Vamos refletir uma História de Amor.

Um Amor Maiúsculo

Um homem bastante idoso procurou uma Clínica para um curativo em sua mão ferida, dizendo-se muito apressado porque estava atrasado para um compromisso. Enquanto o tratava, o jovem médico quis saber o motivo da sua pressa e ele disse que precisava ir a um Asilo de Velhos tomar o café da manhã com sua mulher que estava internada lá há bastante tempo ...

Sua mulher sofria do Mal de “Alzeimer” em estágio bastante avançado ...

Enquanto terminava o curativo, o médico perguntou-lhe se ela não ficaria assustada pelo fato de ele estar atrasado.

- “Não, disse ele. Ela já não sabe quem eu sou. Há quase cinco anos ela nem me reconhece...”

Intrigado o médico lhe pergunta :

- “Mas, se ela já nem sabe quem o senhor é, porque essa necessidade de estar com ela todas as manhãs ?”

O velho sorriu, deu uma palmadinha na mão do médico e disse: - “É verdade ... Ela não sabe quem eu sou, mas eu sei muito bem QUEM ELA É“.

Enquanto o velhinho saía apressado, o jovem médico sorria emocionado e pensava: “Esta é a qualidade de Amor que eu gostaria para a minha vida”

O Amor não se reduz ao físico, ao romântico ... O Amor verdadeiro é a aceitação DE TUDO O QUE O OUTRO É ... DE TUDO O QUE O OUTRO FOI ... DO QUE SERÁ ... DO QUE JÁ NÃO É ...

Como o bom velhinho, que também vocês, possam dar e receber, em muita quatidade, deste Amor Maiúsculo !

Nunca é tarde para mudar!

Então Apaixone-se pelas suas memórias mais deliciosas. Ninguém pode tirá-las de dentro de você e elas são excelentes fontes de inspiração em momentos de dor.

Amar é encontrar na felicidade do outro a sua própria felicidade.

Há pessoas que transformam o sol numa simples mancha amarela, mas há aquelas que fazem de uma simples mancha amarela o próprio sol.

Apaixone-se por aquelas besteiras saudáveis que passam por sua mente entre um e outro momento de estresse.

Às vezes um acontecimento sem importância é capaz de transformar toda a beleza em um momento de angústia. Insistimos em ver o cisco no olho, e esquecemos as montanhas, os campos e as oliveiras.

É preciso correr riscos, seguir certos caminhos e abandonar outros. Nenhuma pessoa é capaz de escolher sem medo.

Faça os seus dias valerem as lembranças.

Apaixone-se pelo seu Projeto de Vida acredite: “tudo é possível quando existe cumplicidade”.

No mar da vida há ondas fortes que eu chamo de momentos, não devemos afundar, porque quando elas passam, tudo se ilumina, tudo se transforma!

Aprenda que se você procurar a felicidade, vai se iludir. Mas, se focalizar a atenção na família, nos filhos, nos amigos, nas necessidades dos outros, no trabalho e procurar fazer o melhor, a felicidade vai encontrá-lo.

Aprenda que a vida às vezes nos dá uma segunda chance. Aprenda que viver não é só receber, é também dar.

A mão esquerda tem a função de receber e a mão direita tem a função de doar. Recebo com a esquerda e faço doação com a direita.

Ninguém é tão forte que somente ajude ou tão fraco que somente receba ajuda.

Aprenda que sempre que se dedicar de algo com o coração aberto, terá acertos.

Aprenda que quando sentir “dor”, não precisa ser a dor para os outros.

Não damos um beijo carinhoso “porque não estamos acostumados com isso” e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos.

Aprenda que diariamente é preciso tocar, abraçar, beijar, receber um abraço afetuoso, ou simplesmente pegar na mão do seu parceiro. Mas, transmita a ele o sentimento de amizade, de cumplicidade, de força de coragem.

Todos os dias devíamos ouvir um pouco de música, ler uma boa poesia, ver um quadro bonito e, se possível, dizer algumas palavras sensatas e principalmente de amor para quem divide a vida com você.

Apaixone-se pela IDÉIA de ser verdadeiramente FELIZ. Felicidade encontra-se de sobra nas prateleiras de seus recursos interiores

Apaixone-se pela IDÉIA de ser verdadeiramente FELIZ.

E os nossos filhos? Até aonde estamos sendo um espelho de carinho, de justiça, de ética, de amigos para com eles.

Nossos filhos são como as flores...

Muitas são colhidos cedos demais, algumas, mesmo ainda em botão.

Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala, tranqüilas, vividas se entregam ao vento.

Mas a gente não sabe adivinhar. A gente não sabe por quanto tempo estará enfeitando esse jardim e tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor.

E descuidamos. Cuidamos pouco. De nós, de nossos filhos.

Nos entristecemos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosas.

E os nosso pais? Como temos valorizado o que nos deixaram?

Como temos agradecido tudo o que fizeram por nós.

Aprendi que, não importa o tipo de relacionamento que tenha com seus pais, você sentirá falta deles quando partirem.

Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso. 

Vou contar uma história sobre:

A Tigela de madeira

Um senhor de idade foi morar com seu filho, nora e o netinho de quatro anos de idade. As mãos do velho eram trêmulas, sua visão embaçada e seus passos vacilantes.

A família comia reunida à mesa. Mas, as mãos trêmulas e a visão falha do avô o atrapalhavam na hora de comer. Ervilhas rolavam de sua colher e caíam no chão. Quando pegava o copo, leite era derramado na toalha da mesa. O filho e a nora irritaram-se com a bagunça.

- "Precisamos tomar uma providência com respeito ao papai", disse o filho.

- "Já tivemos suficiente leite derramado, barulho de gente comendo com a boca aberta e comida pelo chão."

Então, eles decidiram colocar uma pequena mesa num cantinho da cozinha. Ali, o avô comia sozinho enquanto o restante da família fazia as refeições à mesa, com satisfação.

Desde que o velho quebrara um ou dois pratos, sua comida agora era servida numa tigela de madeira.

Quando a família olhava para o avô sentado ali sozinho, às vezes ele tinha lágrimas em seus olhos. Mesmo assim, as únicas palavras que lhe diziam eram admoestações ásperas quando ele deixava um talher ou comida cair ao chão.

O menino de 4 anos de idade assistia a tudo em silêncio. Uma noite, antes do jantar, o pai percebeu que o filho pequeno estava no chão, manuseando pedaços de madeira.

Ele perguntou delicadamente à criança:

"O que você está fazendo?"

O menino respondeu docemente:

- "Ah, estou fazendo uma tigela para você e mamãe comerem, quando eu crescer."

O garoto de quatro anos de idade sorriu e voltou ao trabalho. Aquelas palavras tiveram um impacto tão grande nos pais que eles ficaram mudos. Então lágrimas começaram a escorrer de seus olhos.

Embora ninguém tivesse falado nada, ambos sabiam o que precisava ser feito. Naquela noite o pai tomou o avô pelas mãos e gentilmente conduziu-o à mesa da família.

Dali para frente e até o final de seus dias ele comeu todas as refeições com a família. E por alguma razão, o marido e a esposa não se importavam mais quando um garfo caía, leite era derramado ou a toalha da mesa sujava.

De uma forma positiva, aprendi que não importa o que aconteça, ou quão ruim pareça o dia de hoje, a vida continua, e amanhã será melhor.

Você se dá conta de que aquele que humilha ou despreza um ser humano, mais cedo ou mais tarde sofrerá as mesmas humilhações e desprezos, só que multiplicados...

Sempre me emociono ao ler esta história. Fico sempre a pensar, como tratar nosso velhos....

Como eles fizeram tantas coisas por nós. Do jeito deles, com dificuldades, mas fizeram.

“As pessoas esquecerão do que você disse.... esquecerão do que você fez.... mas as pessoas nunca esquecerão do que você as fez sentir.”

Não deixe de acreditar no amor. Manifeste suas idéias e planos. Não deixe de abraçar sua companheira (o), pois aquele abraço vale mais do que qualquer palavra...

Esteja aberto para mudanças, ouça seu companheiro, discutam as idéias, mas respeitem-se.

Aproveite sua família que é uma grande felicidade, quando menos esperamos iniciam-se períodos difíceis em nossas vidas.

Tenha sempre em mente que vale a pena lutar pelo seu amor, pelo seu casamento, pelos seus filhos, pela sua família.

Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos.

Quando o amor entre marido e mulher e entre pais e filhos é sublimado por DEUS, pode se ter a possibilidade de relacioná-lo com o seu amor à humanidade.

Gostaria de mais alguns minutos da atenção de todos. Pediria neste momento que dessem as mãos e elevassem o pensamento a DEUS-Parens e a Nossa Mãe Oyassama em oração. 

Arquivos utilizados na apresentação:

- Apresentação Encontro de Casais

- Oração dos Casais

Rev.Clovis do Nascimento
Igreja Tenrikyo - Casa Missionária Tenrimar
Rua José Pereira da Costa, 579 - Jardim Tabaete - Maringá/PR - CEP: 87005-220 - Tel (44) 3301-9818
www.tenrimar.com.br
Desenvolvido por Nexus Design